Joaquin Phoenix foi nomeado pela PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) como sua Pessoa do Ano de 2019.

Vegano desde os 3 anos de idade, Phoenix, um ator de Hollywood que costuma ser avesso a entrevistas, é um defensor de longa data da organização dos direitos dos animais. O três vezes indicado ao Oscar apareceu recentemente nos outdoors da PETA na campanha “We Are All Animals” na Times Square e na Sunset Billboard, enquanto promovia a legislação para proibir circos de animais selvagens que viajavam.

E ele carregou uma galinha morta enquanto liderava um serviço memorial no Dia Nacional dos Direitos dos Animais em março deste ano. Phoenix também foi produtor executivo de “The Animal People”, um documentário sobre ativistas dos direitos dos animais que enfrentam poderosos interesses da indústria.

Sua parceria com a PETA inclui campanhas contra o couro de cães, a pesca de peixes exóticos e a indústria de perus. “Joaquin Phoenix nunca perde a oportunidade de desviar o foco de suas atenções para a situação dos animais e dar um ótimo exemplo de andar na caminhada vegana”, disse a presidente da PETA Ingrid Newkirk em comunicado.

Phoenix se junta aos vencedores da PETA Person of the Year como o Papa Francis, Oprah Winfrey e Anjelica Huston e celebridades como Olivia Munn, Eva Mendes e Alicia Silverstone que trabalharam com a PETA para criar consciência da crueldade animal na moda.

Fonte.

Joaquin Phoenix é um talento que aparece uma vez em uma geração. E como se isso não bastasse, ele também tem um dos maiores corações de Hollywood quando se trata de animais.

Coincidindo com o lançamento de um dos filmes mais aguardados de sua carreira, o astro de “Coringa” está unindo forças com a PETA mais uma vez para compartilhar uma verdade muito simples com o mundo: “We Are All Animals” (Somos Todos Animais).

A campanha de Joaquin também incentiva todos a “viver veganos” e ajudar a “acabar com o especismo”, que – como sexismo, racismo e outras formas de discriminação – é uma crença opressiva que promove a ideia de que todas as outras espécies animais são inferiores aos seres humanos.

“Quando olhamos o mundo através dos olhos de outro animal, vemos que por dentro somos todos iguais – e que todos nós merecemos viver livres do sofrimento”, diz Joaquin, que é vegano desde os 3 anos de idade.

A PETA está certificando-se de que nossa mensagem de igualdade e empatia se destaque em grande escala – e pensamos: o que é maior que a Times Square? A campanha deslumbrante de Joaquin estará recebendo uma localização privilegiada em seu próprio outdoor em uma das atrações turísticas mais visitadas do mundo, estimulando mais de 300.000 visitantes que passam pelo local todos os dias a considerar a mensagem de “fim do especismo”.

Joaquin emprestou sua voz compassiva a várias campanhas poderosas da PETA. Ele falou contra a lã em seu anúncio “Cruelty Doesn’t Suit Me” (A crueldade não combina comigo). Ele se “afogou” para mostrar como os peixes geralmente sofrem nos últimos momentos da vida. Quando ele viu imagens secretas da indústria chinesa de couros para cães, ele chamou de “a pior coisa que eu já vi”.

O indicado ao Oscar não é a única celebridade a se manifestar contra o especismo. Em um belo vídeo filmado ao lado de vacas, ovelhas, porcos e galinhas resgatados, a atriz e orgulhosa vegana Kat Graham incentiva todos a criar um mundo menos violento ao se tornarem veganos.

Fonte.

Nesta terça-feira, Lucy Davis, liderou uma manifestação com a PETA nos arredores da Prefeitura de Los Angeles, onde aconteceu uma coletiva de imprensa para anunciar o Ato de Prevenção Contra a Crueldade – co-patrocinado pelo grupo – que proibiria circos e outros shows itinerantes usando animais selvagens ou exóticos na Califórnia. A coletiva de imprensa contou com a apresentação do projeto pelo senador Ben Hueso e o membro do conselho da cidade de Los Angeles, Paul Koretz, que apoiou a proibição do uso de armar contra elefantes. Joaquin Phoenix esteve presente. Confira as fotos:


Confira todas as imagens deste álbum

Em sua última sessão de fotos para um anúncio da PETA, Joaquin Phoenix reservou um momento para falar como ele ficou chocado ao descobrir a crueldade áspera que espreita em seu guarda-roupa. Confira o video (sem legenda):

Fonte: peta.org.uk

“As imagens que você está prestes a assistir do comércio de couro de cão da China é uma das piores coisas que eu já vi”, começa Joaquin Phoenix em sua nova exposição da PETA. Phoenix narra o video que revela como os cães são chutados, são espancados na cabeça e têm suas gargantas cortadas e sua pele descascada – tudo isso enquanto outros cães assistem antes de experimentar o mesmo destino cruel. A pele dos animais é transformado em couro para luvas e outros pequenos produtos, tais como brinquedos de gato e casacos. É exportado para todo o mundo para serem vendidos aos consumidores que normalmente não têm nenhum indício cujas partes dos animais que estão comprando.

Fonte.