Joaquin ganhou o prêmio do Círculo de Críticos de Londres, na categoria de Melhor Ator, Phoenix fez um discurso expressando sua gratidão, e mostrou também um pouco de descrença de que ele superou Daniel Day-Lewis. Leia abaixo seu discurso:

“Eu luto com a idéia de ganhar prêmios por atuar. Dizendo que eu sou o melhor ator para algo tão subjetivo quanto o filme, parece estranho para mim. Para os não iniciados implica que eu sou o único responsável pela criação e implementação do personagem. Não sou. Eu acho que é por isso que agradecemos aos nossos colegas. Há aqueles que todos conhecem, como Paul Thomas Anderson, a quem sou eternamente grato – um homem que tem persistentemente procurado a verdade, eu tenho a sorte de ter estado sob a sua orientação. Philip Seymour Hoffman por sua paciência e conselhos. Amy Adams por ficar zangada. Megan Ellison e todos do Annapurna pelo apoio ao filme e garantir que eu fosse capaz de cobrir a minha hipoteca. Mas há muitos outros que você não conhecem por nome, como Mike Kenna, que eu acredito que foi a aderência, mas ele fez 20 trabalhos diferentes, então não posso ter certeza, Adam Somner, o assistente do diretor; Karen Ramirez no escritório; Tommy – Eu não sei seu sobrenome… há muitos para listar. A verdade é que você não pode separar o meu trabalho do trabalho deles. Éramos uma unidade reforçada pelo mesmo objetivo: fazer a nossa parte em ajudar Paul a alcançar sua visão. Vejo este prêmio como reconhecimento de todo o nosso trabalho. Estou muito ciente do fato de que, para mim, este prêmio é um incentivo para continuar a minha paixão ao longo da vida de ser um ator. Eu não vou desperdiçar esta alta consideração. PS: Há um ator chamado Daniel, que está em um filme chamado ‘Lincoln’. Você deveria dar uma olhada.”

Fonte.