March 20, 2018
Posted by Aline   /   Filed Under : Entrevista, Notícias

Joaquin Phoenix explicou seu hiato de dois anos da atuação, dizendo que ele passou por um período em que ele nem queria ler os roteiros.

O ator, que assumiu o papel de Jesus no novo filme, “Maria Madalena”, disse que quando decidiu voltar ao trabalho não havia projetos que o interessassem, antes de terminar trabalhando em quatro filmes, incluindo a história bíblica e o novo filme de Lynne Ramsay, “You Were Never Really Here”.

Ele disse: “Eu tive muita sorte nos últimos anos, trabalhei com alguns cineastas incríveis e isso é sempre inspirador, mas eu não trabalhei por dois anos antes de trabalhar no filme de Lynne. Principalmente quando trabalho ou não trabalho porque não há projetos nos quais quero trabalhar. E há momentos em que eu apenas digo: ‘Eu não quero ler nada, e vou tirar apenas seis meses’, e foi o que aconteceu. Eu tinha tirado um ano de folga, eu sabia que não ia trabalhar por um ano, e então eu fiquei tipo ‘OK, estou pronto para trabalhar’, e então não havia nada que eu quisesse fazer por um ano. E então foi muito estranho porque foi do zero para esses quatro filmes que eu não pude dizer não. Aconteceu dessa maneira. Eu nunca fiz tanto, mas acho que trabalhar com os cineastas e os atores foi muito inspirador, então isso me alimentou.”

Phoenix disse que era importante esquecer as expectativas de outras pessoas quando ele estava assumindo o papel de Jesus em Maria Madalena.

Ele disse: “Quando você começa, muitas pessoas têm tantas expectativas diferentes, e você imagina quais são as expectativas, mas cada filme que eu faço, há um ponto em que eu apenas digo: ‘Bem, isso é meu agora, e eu tenho que encontrar uma maneira de internalizar isso e simplesmente ter essa experiência’.

“Não posso realizar as expectativas de outras pessoas. Então, eu acho que foi parte disso e descobertas que fizemos enquanto seguíamos, e às vezes você simplesmente reage ao ambiente e aos outros atores, e isso faz com que você olhe para uma cena de maneira diferente”.

O filme conta a história da crucificação e ressurreição a partir da perspectiva de Madalena, interpretada por Rooney Mara, e descarta a visão tradicional de que ela era uma prostituta.

Phoenix disse: “Para muita gente, a fé é realmente importante e eu não pude deixar de pensar em garotas jovens que são religiosas e sentiram que os dois exemplos delas na Bíblia são a virgem ou a prostituta. E mesmo que você não tenha consciência disso, subconscientemente, isso tem que afetar você e a maneira como você navega pelo mundo e navega pela sua fé. E parece uma coisa tão fodida para fazer com alguém.”

Maria Madalena está nos cinemas do Brasil agora.

Fonte.

Leave a Reply