Joaquin Phoenix foi nomeado pela PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) como sua Pessoa do Ano de 2019.

Vegano desde os 3 anos de idade, Phoenix, um ator de Hollywood que costuma ser avesso a entrevistas, é um defensor de longa data da organização dos direitos dos animais. O três vezes indicado ao Oscar apareceu recentemente nos outdoors da PETA na campanha “We Are All Animals” na Times Square e na Sunset Billboard, enquanto promovia a legislação para proibir circos de animais selvagens que viajavam.

E ele carregou uma galinha morta enquanto liderava um serviço memorial no Dia Nacional dos Direitos dos Animais em março deste ano. Phoenix também foi produtor executivo de “The Animal People”, um documentário sobre ativistas dos direitos dos animais que enfrentam poderosos interesses da indústria.

Sua parceria com a PETA inclui campanhas contra o couro de cães, a pesca de peixes exóticos e a indústria de perus. “Joaquin Phoenix nunca perde a oportunidade de desviar o foco de suas atenções para a situação dos animais e dar um ótimo exemplo de andar na caminhada vegana”, disse a presidente da PETA Ingrid Newkirk em comunicado.

Phoenix se junta aos vencedores da PETA Person of the Year como o Papa Francis, Oprah Winfrey e Anjelica Huston e celebridades como Olivia Munn, Eva Mendes e Alicia Silverstone que trabalharam com a PETA para criar consciência da crueldade animal na moda.

Fonte.