Depois que Joaquin Phoenix falou sobre a importância de combater a mudança climática no Globo de Ouro de 2020 – onde ele levou para casa o prêmio de melhor ator em um filme dramático por seu papel em “Coringa” – ele marchou ao lado de Jane Fonda para defender novamente o problema no seu último comício sobre mudanças climáticas em Washington, DC.

Nesta sexta-feira (10), Phoenix e Fonda foram acompanhados por vários nomes notáveis, incluindo Susan Sarandon, Maggie Gyllenhaal, sua co-estrela de Grace & Frankie Martin Sheen e Amber Valletta, entre outros. Para o protesto, o grupo de estrelas também se juntou a um grupo apaixonado de ativistas climáticos.

De acordo com o vídeo postado no Twitter, Fonda disse que Phoenix “veio por vontade própria”. Quando Phoenix pegou o microfone para falar com a multidão, ele disse: “Algo que muitas vezes não é mencionado no movimento ambiental ou na conversa sobre mudança climática é que a indústria de carnes e laticínios é a terceira principal causa do clima. Acho que às vezes nos perguntamos: ‘O que podemos fazer nessa luta contra a mudança climática?’ E há algo que você pode fazer hoje, agora e amanhã, escolhendo o que consome “.

Ele continuou: “Eu luto muito com o que posso fazer às vezes. Há coisas que não posso evitar. Voei de avião ontem à noite, mas uma coisa que posso fazer é mudar meus hábitos alimentares. Então, eu só quero instar todos vocês a se juntarem a mim nisso. “

Fonte.

Atualização 10/01/2020 – 15:40

Joaquin Phoenix e Martin Sheen foram detidos junto com muitos outros no protesto. (Fonte: TMZ).

Atualização: 12/01/2020 – 15:21

Os presos foram acusados ​​de aglomeração, obstrução ou incomodação e foram libertados no mesmo dia. (Fonte: Deadline)