O astro de Hollywood Joaquin Phoenix incentivou as pessoas a “se tornarem veganas” enquanto liderava um protesto pelos direitos dos animais no centro de Londres.


Confira todas as imagens deste álbum

Phoenix – indicada ao Oscar e ao BAFTA – juntou-se a ativistas na Tower Bridge, enquanto colocavam uma faixa de 390 metros quadrados declarando: “A agricultura industrial destrói nosso planeta. Seja vegano”.

O ator de 45 anos participou da manifestação antes da cerimônia de premiação do BAFTA de domingo, onde está concorrendo ao prêmio de melhor ator principal por seu papel no filme “Coringa”.

É a mais recente campanha de protesto de Phoenix, que é um firme ativista dos direitos dos animais e é vegano desde os três anos de idade.

Falando à Lucy Cotter, da Sky News, ele disse: “As pessoas não estão em pânico da maneira que deveriam. Estes são tempos muito terríveis e, por isso, senti que precisava fazer algo. Temos uma responsabilidade pessoal de agir no momento. Uma maneira de mitigar a mudança climática é ajustando nosso consumo e adotando plantas. Sinto que às vezes isso não está sendo discutido o suficiente. Isso é uma emergência. Temos que fazer tudo o que pudermos para tentar reduzir nosso impacto nas mudanças climáticas”.

Phoenix também respondeu às críticas crescentes de que as pessoas em indústrias cheias de glamour, como os principais atores, não estão em posição de pregar sobre as mudanças climáticas porque vivem em um mundo de vôos frequentes e pegadas de alto carbono.

Ele disse: “Todos somos hipócritas de alguma maneira. Todos lutamos com o que é certo e cometemos erros. O setor consome muita energia e muitos recursos, portanto a maneira de mitigar isso é manter um estilo de vida vegano”.

Phoenix convenceu a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, a organização que administra o Globo de Ouro, a servir seu primeiro cardápio totalmente vegano no jantar repleto de estrelas da cerimônia, no mês passado.

Ele disse: “Eu acho que isso faz parte do nosso apelo às cerimônias de premiação, porque há tantas pessoas participando dos prêmios e dos carros que eles usam – a única coisa que eles podem fazer é fazer a refeição à base de plantas. Acho que precisamos apenas encontrar esse equilíbrio. Ninguém é perfeito, mas todos estamos tentando descobrir isso. Em vez de julgar e atacar um ao outro, devemos tentar ajudar um ao outro e educar um ao outro sobre como podemos mudar. Há muitas melhorias que posso fazer na minha própria vida e estou tentando fazer isso.”

O protesto foi em apoio à Animal Equality (Igualdade Animal), uma organização internacional que trabalha com a sociedade, governos e empresas para tentar acabar com a crueldade com animais.

Fonte: wessexfm.com