Fontes: All Creatures & farm sanctuary.
O ator e ativista vegano Joaquin Phoenix recentemente salvou uma vaca e seu bezerro de uma semana de serem mortas no matadouro Manning Beef, na Califórnia. Phoenix negociou a libertação dos animais do matadouro ao lado de um grupo que incluía a noiva ativista Rooney Mara, as mães deles, o diretor do documentário ‘Terráqueos’ Shaun Monson, a fundadora do Los Angeles Animal Save Amy Jean Davis e a presidente e co-fundadora do Farm Sanctuary, Gene Baur.

Em um curto documentário do resgate criado por Monson, Phoenix fala com o proprietário do matadouro Anthony DiMaria, que passa a explicar ao ator que as vacas que ele explora são compradas da indústria de laticínios depois que elas não produzem mais leite e são tratadas “humanamente”, afirmando que ele os abate dentro de 60 segundos. Para esclarecer, Phoenix diz que as vacas nas instalações são compradas para serem assassinadas. DiMaria solicita repetidamente que Phoenix use o eufemismo “ceifar” para descrever o processo de abate, que o ator se recusa a fazer. O grupo remove com sucesso a vaca e o bezerro (a quem Phoenix nomeou Liberty e Indigo, respectivamente) do matadouro e os transporta para o local de Farm Sanctuary em Acton, CA, onde viverão juntos em paz ao lado de outros animais de criação resgatados.

“Nunca pensei que encontraria amizade em um matadouro, mas conhecendo Anthony e abrindo meu coração para o dele, percebo que podemos ter mais em comum do que diferenças. Sem esse ato de bondade, Liberty e seu filhote, Indigo, teriam sofrido uma morte terrível ”, disse Phoenix sobre a experiência. “Minha esperança é que, ao assistirmos o bebê Indigo crescer com sua mãe Liberty no Farm Sanctuary, sempre lembraremos que amizades podem surgir nos lugares mais inesperados; e não importa nossas diferenças, bondade e compaixão devem dominar tudo ao nosso redor. ”