Casey Aflleck deu uma entrevista onde falou um pouco sobre o documentário: “I’m Still Here: The Lost Year of Joaquin Phoenix” (cuja tradução literal é “Ainda estou aqui: o ano perdido de Joaquin Phoenix”). Veja uma parte da entrevista em video, e abaixo trechos traduzidos da entrevista:


“Eu quis explorar o que eu pensei que seria um período interessante em sua vida”, disse Affleck. “Ele disse que não queria atuar mais, ele queria tentar fazer música, e algo ia acontecer… Eu não tinha idéia do que exatamente ia acontecer e tudo que ia se revelar a cada dia que passei com ele nesta jornada.”

“Isso acabou sendo mais e mais fascinante, cada vez mais coisas aconteceram, tanto publicamente quanto internamente, que eu passei a ver,” Affleck continuou. “É feito para este inacreditável tipo de filme”.

“Você vai descobrir o que estava acontecendo em sua vida nesse período – o que estava acontecendo antes e o que estava acontecendo depois”, disse Affleck sobre a entrevista bizarra no programa de David Letterman.

“Eu entendo que havia todas essas reações diferentes ao que aconteceu no Letterman show; milhões de pessoas viram no YouTube e escreveram sobre isso e falaram sobre isso em todo lugar, mas a maioria delas estava errada”, disse Affleck. “[O motivo de Joaquin] não era nada que ninguém jamais havia imaginado.”

Sobre o choque que foi para muitos quando Joaquin decidiu parar de atuar:
“Ele faz música, você sabe, ele estava fazendo música muito antes de eu começar o documentário”, disse Affleck. “Isso é desconhecido para algumas pessoas, pois muitas pessoas não sabiam isso sobre ele. Como se de repente você falar, ‘Eu vou fazer esculturas de gelo’ e as pessoas iriam pensar, ‘esculturas de gelo! Isso é loucura’, mas você tem feito isso desde que você era criança.”

Fonte: abcnews.go.com