Vídeo enviado exclusivamente para a China Vegan Society, compartilhado pelo instagram China Vegan Society. Confira o vídeo legendado:

Joaquin Phoenix é um talento que aparece uma vez em uma geração. E como se isso não bastasse, ele também tem um dos maiores corações de Hollywood quando se trata de animais.

Coincidindo com o lançamento de um dos filmes mais aguardados de sua carreira, o astro de “Coringa” está unindo forças com a PETA mais uma vez para compartilhar uma verdade muito simples com o mundo: “We Are All Animals” (Somos Todos Animais).

A campanha de Joaquin também incentiva todos a “viver veganos” e ajudar a “acabar com o especismo”, que – como sexismo, racismo e outras formas de discriminação – é uma crença opressiva que promove a ideia de que todas as outras espécies animais são inferiores aos seres humanos.

“Quando olhamos o mundo através dos olhos de outro animal, vemos que por dentro somos todos iguais – e que todos nós merecemos viver livres do sofrimento”, diz Joaquin, que é vegano desde os 3 anos de idade.

A PETA está certificando-se de que nossa mensagem de igualdade e empatia se destaque em grande escala – e pensamos: o que é maior que a Times Square? A campanha deslumbrante de Joaquin estará recebendo uma localização privilegiada em seu próprio outdoor em uma das atrações turísticas mais visitadas do mundo, estimulando mais de 300.000 visitantes que passam pelo local todos os dias a considerar a mensagem de “fim do especismo”.

Joaquin emprestou sua voz compassiva a várias campanhas poderosas da PETA. Ele falou contra a lã em seu anúncio “Cruelty Doesn’t Suit Me” (A crueldade não combina comigo). Ele se “afogou” para mostrar como os peixes geralmente sofrem nos últimos momentos da vida. Quando ele viu imagens secretas da indústria chinesa de couros para cães, ele chamou de “a pior coisa que eu já vi”.

O indicado ao Oscar não é a única celebridade a se manifestar contra o especismo. Em um belo vídeo filmado ao lado de vacas, ovelhas, porcos e galinhas resgatados, a atriz e orgulhosa vegana Kat Graham incentiva todos a criar um mundo menos violento ao se tornarem veganos.

Fonte.

Todos os olhos estavam na tela, mas a emergência climática estava na mente dos participantes durante o Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF) – um dos maiores festivais de cinema do mundo.

Nos bastidores, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) uniu-se ao aclamado fotógrafo Justin Wu e The Krim Group, para montar um estúdio de fotografia pop-up para capturar as preocupações de celebridades influentes e ampliar seus apelos à ação climática. A ativação marcou o início de uma iniciativa chamada “O mundo está em nossas mãos” (The World is in our Hands), que convida personalidades de destaque a usar sua voz para destacar a emergência climática global. O espaço do estúdio foi disponibilizado pelo Fairmont Royal York, um dos principais hotéis para eventos do Festival.


Confira todas as imagens deste álbum

“O mundo está em nossas mãos” baseia-se na campanha coordenada da ONU #ActNow, projetada para aumentar a conscientização, ambição e ação em torno das mudanças climáticas e acelerar a implementação do Acordo de Paris. Principalmente uma campanha de mídia online e social, #ActNow ajuda a educar e incentivar ações individuais para o clima, principalmente ajustando os padrões de consumo. Ao fazer mudanças simples em hábitos e rotinas, incluindo escolhas diárias com efeitos menos prejudiciais ao meio ambiente, todos têm o poder de enfrentar o desafio climático.

As imagens também serão exibidas amplamente como parte dos esforços de comunicação do PNUMA entre a Cúpula de Ação Climática das Nações Unidas na cidade de Nova York em setembro e a Cúpula do Clima de Santiago (também conhecida como COP 25) em dezembro.

Fonte.

Joaquin Phoenix surpreendeu os passageiros do metrô de Toronto com uma visita surpresa que obstruiu brevemente a plataforma e as escadas de uma estação do centro da cidade.

A estrela de cinema fez a aparição de tarde pouco antes da hora do rush para apoiar uma campanha publicitária promovendo o veganismo, mas não falou com os espectadores nem entrou em um trem.

Phoenix passou cerca de cinco minutos vagando entre os passageiros para ver imagens em preto e branco de animais. Os murais fazem parte de uma campanha da organização Be Fair Be Vegan, sediada no Colorado.

Liderando a turnê, Anita Krajnc, do grupo de defesa vegana Toronto Pig Save.

Ela diz que conheceu Phoenix em um protesto no verão passado no matadouro de Los Angeles, quando ele lhe deu suas informações de contato.

Phoenix está em Toronto para participar do Toronto International Film Festival, onde está promovendo seu novo filme “Coringa”. Ele estava programado para participar de uma premiação apenas algumas horas depois para receber um prêmio.

Cerca de duas dúzias de apoiadores e meios de comunicação veganos seguiram Phoenix enquanto passeava pela estação de St. George na segunda-feira, parando ocasionalmente para ver imagens tristes de ovelhas, porcos, peixes e outros animais de criação.

Krajnc diz que o evento foi organizado muito rapidamente, observando que ela perguntou a Phoenix no domingo se ele poderia aparecer e ele concordou naquela noite.

“Ele está tão ocupado que a única janela que tinha era das 15h às 17h de hoje e ele tem esse grande prêmio, mas ainda tirou um tempo para apoiar o Be Fair Be Vegan, porque está muito perto do seu coração “, disse Krajnc.


Confira todas as imagens deste álbum

Fonte.

Uma série de estrelas de Hollywood, incluindo Joaquin Phoenix, Kellan Lutz e Gillian Anderson se juntaram a milhares de consumidores interessados ​​em pedir o fim de todos os produtos que são fabricados por meio da destruição da floresta.

The Tiger Manifesto, lançado pelo Greenpeace, é uma maneira para que os consumidores exijam que produtos sejam amigos das florestas e tigres. A destruição das florestas está atingindo animais como o tigre de Sumatra, na Indonésia, que estão à beira da extinção com cerca de 400 tigres apenas.

Famoso por seus papéis em ‘Gladiador’, ‘Johnny e June’ e, mais recentemente , “Ela”, o ator Joaquin Phoenix disse: “Eu aprendi recentemente sobre a destruição em massa das florestas tropicais da Indonésia para a produção de óleo de palma e papel. Ela não só afeta negativamente milhões de indonésios cujo sustento depende da floresta, mas também tem sido a causa direta de empurrar o tigre de Sumatra até a beira da extinção. Somos todos uma parte do futuro e, juntos, podemos assegurar que estes magníficos animais sejam também”.

O óleo de palma é um ingrediente encontrado em quase metade dos produtos de supermercado, é o maior motor de desmatamento na Indonésia. De acordo com pesquisa do Greenpeace Internacional, a grande maioria da floresta desmatada em concessões de óleo de palma em Sumatra durante 2009-2011 foi de habitat do tigre. Isso faz o setor de plantação a principal ameaça para o tigre de Sumatra, com até 1 milhão de hectares do habitat do tigre já atribuídos às concessões na Indonésia.

“As florestas não precisam ser destruídas para produzir óleo de palma, mas os fabricantes de todos os produtos estão fazendo de nós parte desta destruição. É possível proteger as florestas e evitar que os tigres sejam levados à extinção e o Tiger Manifesto do Greenpeace reúne aqueles que compartilham essa visão”, disse Bustar Maitar, o chefe da Campanha Indonésia Floresta da Greenpeace International.

O Tiger Manifesto, já lançado na Indonésia, é apenas a primeira parte de uma campanha global para salvar a casa do tigre de Sumatra e eliminar o óleo de palma dos produtos que utilizamos.

“Milhares de pessoas na Indonésia e em todo o mundo estão a tomar medidas , mas precisamos de mais assinaturas no Tiger Manifesto. Queremos tigres de Sumatra e florestas em nosso futuro. Greenpeace continuará a expor aqueles que se recusam a cortar a destruição da floresta de seus produtos, porque os consumidores não querem uma parte da extinção de um animal tão majestoso”, disse Bustar.

A pressão global do Greenpeace e outras ONGs já levou Wilmar International, a maior comerciante de óleo de palma do mundo, a se comprometer com a proteção das florestas. Grandes marcas como L’Oréal, Unilever, Ferrero e Nestlé também fizeram promessas, mas são necessárias mais medidas para salvar a floresta remanescente.

Fonte.

Joaquin Phoenix gravou para a PETA um vídeo onde fala sobre uso de pele de animais. No video, Joaquin narra e mostra imagens de animais sendo mortos para o uso de suas peles.

“Qualquer coisa que você tenha que é feita de peles de animais pode ser feita sem. Pode ser elegante e sem crueldade, não existe desculpa para o uso de peles de animais”, diz Joaquin no video.

Confira:

O site Vista-se disponibiliza o documentário Earthlings (legendado), narrado pelo Joaquin, para ser assistido online. O site dá ainda a opção de download. Assista e ajude a divulgar! Clique aqui para visitar o site!